Sunday, September 14, 2008

Chef José Avillez

É chegada a vez de apresentar um compatriota, o chef José Avillez, um jovem cozinheiro português que há muito deixou de ser uma promessa para adquirir o estatuto de referência da cozinha em Portugal.


Avillez ainda não chegou à casa dos trinta e já tem uma carreira admirável para alguém que apenas se dedicou à cozinha depois de completar uma licenciatura em Comunicação Empresarial e Markting. Tendo já estagiado em reputados restaurantes de Espanha, França, Brasil e Portugal. Chefiou o 100 Maneiras e criou a empresa Life Style Cooking, com base no Hotel Albatroz, em Cascais.

Muito embora desde pequeno sentisse a paixão pele cozinha, quis a vida que se licenciasse numa área completamente distinta. Contudo, a sua tese de licenciatura voltou a colocar Avillez no caminho da culinária. A sua tese tinha como título, "Cozinha Portuguesa, Imagem e Identidade", neste trabalho estudou a forma como portugueses e estrangeiros viam a gastronomia de Portugal. A madrinha desta sua tese foi Maria de Lourdes Modesto, famosa pela autoria de inúmeros livros e programas televisivos dedicados à culinária. Nessa altura fez também um curso de prova de vinhos na Quinta do Monte d´Oiro de José Bento dos Santos, despertando-o ainda mais ara a cozinha.

De imediato, Avillez sentiu um enorme incentivo para seguir a sua real paixão e pouco tempo depois começou a estagiar no restaurante Fortaleza do Guincho por onde esteve durante seis meses.

Avillez não tirou um curso especifico de produção alimentar, foi tirando alguns cursos pontuais como na escola de Alain Ducasse. Depois foi através das sua experiência pessoal e dos estágios que realizou que foi aperfeiçoando o seu toque de mestre.

Com apenas 24 anos (2004), lança-se na criação do conhecidíssimo Restaurante 100 Maneiras, em Cascais com o chef Ljubomir Stanisic. A sua criatividade viria a ser reconhecida para Revista dos Vinhos com o galardão de "Cozinheiro Revelação do Ano 2005" e o espaço como "Restaurante Revelação do Ano".
Em 2005, na sequência do seu trabalho e de um jantar de apresentação que realizou no emblemático Hotel Bristol, foi-lhe reconhecida a qualidade de "Chef de l`Avenir" pela Academia Internacional de Gastronomia.

Entretanto esteve um tempo no Brasil para fazer a abertura de um restaurante e quando voltou abriu a Life Style Cooking (2007), que gira em volta do conceito "Tudo o que vive se alimenta".
Esta empresa possui diversas áreas de intervenção, uma entidade a pensar no cliente mais viajado que procura aprender e obter novas experiências como cursos de cozinha, take away ou gourmet catering.

Entretanto, teve um programa televisivo e lançou três livros, "Petiscos com Estilo". "José Avillez, Um Chef em sua casa" e "Doces sem açúcar".

Actualmente, Avillez encontra-se à frente do conceituado restaurante lisboeta Tavares.

Não gosta de rotular a sua cozinha, apenas gosta de usar bons produtos portugueses sem entrar em fundamentalismos, «Tento fazer uma cozinha mediterrânica, com base nas experiência das viagens que vou fazendo». Uma cozinha que pretende alimentar o corpo e o espírito.

Em jeito de remate, José Avillez, um chef de ar sedutor, teve já o prazer de frequentar as cozinhas de grandes chefs mundiais como Alain Ducasse, Ferran Adrià, Claude Trois Gros e Eric Frechn.

Um percurso brilhante de um homem que não pretende parar, continuando a mostrar, dentro e fora de portas que a culinária requer uma grande dose de paixão e muito trabalho.

No comments:

Facebook Share